Banner

Filha que matou a mãe em Senador Canedo é condenada a 15 anos

"Dinalva Soares dos Santos." Foto: Alô Canedo
Nessa terça 25 ocorreu no Fórum de Senador Canedo o julgamento de Dinalva Soares dos Santos, 37, que em 16 de setembro de 2013 matou a própria mãe Dalva Soares Magalhães, 74, com golpes de marreta e faca no pescoço no bairro Morada do Bosque da mesma cidade, o crime que chocou a comunidade teve seu desfecho com a condenação da acusada a 15 anos e 4 meses de prisão.

Dinalva, de calça branca
Dalva
O julgamento foi iniciado pelo juiz Dr. Marcelo Lopes de Jesus por volta das 8:30 horas e o encerramento ocorreu pouco antes das 18 horas, destacou-se a atuação firme e competente do promotor Glauber Rocha pedindo a condenação da acusada aos 7 jurados que também ouviram a defesa composta por advogados ligados aos direitos humanos baterem na tecla da insanidade mental e até mesmo espiritual de Dinalva o que não procedia pois segundo os próprios laudos psiquiátricos anexados ao processo atestavam que a ré estava e está em sua total normalidade mental sem nada que pudesse indicar que ela não sabia o que estava fazendo.

Familiares pedindo justiça
Foram ouvidas 7 testemunhas entre eles o policial civil Marcelo que narrou os momentos da manhã seguinte ao crime onde ocorreram as investigações  para se chegar a autoria do crime, no qual o marido de Dinalva confessou que a companheira havia sido a autora do crime, também foram ouvidos familiares da acusada e da vítima entre elas Arlene, irmã de Dinalva e filha de Dalva que contou que a irmã sempre foi problemática e que vivia em constantes conflitos com a mãe entre outros motivos por causa da casa da vítima e por último o que teria sido o motivador de momento do crime, o dinheiro do 13° que a aposentada se negou a entregar a filha.

Fausto Costa

Postar um comentário

1 Comentários